Curiosidade de mortes incomuns que ja aconteceu

Esta é uma lista de mortes incomuns, relacionando cronologicamente casos de mortes registrados no decorrer da história que tenham ocorrido em circunstâncias incomuns. muitas delas não da pra acreditar mais acredite é tudo verdade.

Crisipo de Solis

270 a.C.: conforme o relato de Ateneu, o intelectual gregoFiletas de Cós teria estudado tão intensamente argumentos e palavras usadas erroneamente que definhou-se, morrendo de fome. O estudioso Alan Cameron especulou que Filetas teria morrido de uma doença degenerativa que, de acordo com o anedotário de seus contemporâneos, fora provocada por pedantismo.

207 a.C.: Crisipo de Solis, um filósofo estóico grego, teria morrido de rir ao ver seu burro, bêbado, tentando comer figos.

212: Lucius Fabius Cilo, senador romano do século II, “…engasgado… com um fio de cabelo em uma golada de leite”.

415: Hipátia, matemática e filósofa grega pagã, assassinada por uma turba de cristãos, tendo o corpo dilacerado por conchas de ostras (ou cacos de cerâmica, segundo outra versão). Depois de morta, o corpo foi lançado a uma fogueira.

Hipátia de Alexandria 

1410: Martim I de Aragão morre de uma combinação fatal de gargalhadas incontroláveis e indigestão.

1478: Jorge, Duque de Clarence, é executado por afogamento em um barril de vinho de malvasia, método escolhido por ele mesmo.

1649: Sir Arthur Aston, comandante das guarnições Realistas durante o Cerco de Drogheda, é espancado até a morte com a própria perna de madeira, que soldados Cabeças Redondas pensavam ocultar moedas de ouro.

1660: Thomas Urquhart, aristocrata escocês, polímata e primeiro tradutor de Rabelais para o inglês, teria morrido de rir ao saber que Carlos II tomara o trono da Inglaterra.

1671: François Vatel, cozinheiro de Luís XIV, cometeu suicídio pois sua encomenda de peixes atrasara e ele não pôde suportar a vergonha de adiar uma refeição do rei. Seu corpo foi descoberto por um estafeta que fora enviado para avisá-lo da chegada do pedido. A autenticidade desta história não foi comprovada.

1673: Molière, ator e dramaturgo francês, morreu ao ser acometido por um violento ataque de tosse enquanto representava o papel principal de sua peça Le Malade imaginaire (O Doente Imaginário).

1687: Jean-Baptiste Lully, compositor, morreu de septicemia, provocada por ele mesmo ao atingir seu pé com um bastão enquanto conduzia vigorosamente um Te Deum. A apresentação era em comemoração à recuperação de uma enfermidade que acometeu o rei Luís XIV.

1771: Adolfo Frederico, rei da Suécia, morreu de problemas digestivos em 12 de fevereiro de 1771 depois de ter consumido uma refeição composta de lagosta, caviar, chucrute, arenque defumado e champanhe, que culminou com 14 porções de sua sobremesa favorita: semla servida em uma tigela de leite quente. Ele é lembrado pelos estudantes suecos como “o rei que morreu de tanto comer”.

1814: Dilúvio de cerveja de Londres, oito pessoas morrem afogadas quando 323.000 galões imperiais (1.468.000 litros) de cerveja da the Meux and Company Brewery estouram de suas cubas e jorram para as ruas, criando um “pequeno dilúvio”.

Grigori Rasputin

1916: Grigori Rasputin, esse russo, teria sido envenenado enquanto jantava com um inimigo político. Baleado na cabeça, recebe mais três tiros, é espancado e então jogado em um rio congelado após ter sido castrado. Quando seu corpo retornou à superfície, uma autópsia revelou que a causa da morte fora hipotermia. Existem, contudo, dúvidas acerca da credibilidade deste relato. Outra versão diz que ele foi envenenado, baleado e apunhalado, após o que teria fugido, tendo sido encontrado depois de se afogar em um rio congelado.

1978: Janet Parker, fotógrafa médica britânica, morre de varíola,  dez meses depois da doença , quando um pesquisador no laboratório onde ela trabalhava liberou acidentalmente uma amostra do vírus no sistema de circulação de ar do onde ela trabalhava, começou a passar mal, e ficou um tempo internado tentando descobrir uma forma de sair dessa mais não teve sucesso. Acredita-se que ela seja a última vítima de varíola da história.

1980: Steve Took, músico inglês, baterista da banda T. Rex, morre engasgado com a cereja  durante uma pausa entre sua turne, de um cocktail, consequência provável de consumo de morfina e cogumelos e  alucinógenos.

 

 

 

 

 

 

fonte: Wikipedia/ Fotos.

 

Só curiosidade blog com fatos curioso do Brasil e do mundo, As curiosidades mais interessantes da internet, curiosidades sobre tecnologia, historia, se você é curioso aqui é seu lugar!